Você sabe o que é Coronavírus / SARS-COV-2 / COVID-19?

Clique e saiba mais:

https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/media-resources/news

http://evidenciascovid19.ibict.br/index.php/category/pandemia-da-covid-19/fisiopatologia/

Você sabe o que é tratamento precoce?

           É todo o tratamento, que sob orientação médica, será instituido no ínicio de uma doença. Pode ser utilizando fármacos ou técnicas cirúrgicas. No caso da infecção por coronavírus (COVID-19), o termo tem sido usado quando envolve o uso de medicamentos AINDA NÃO APROVADOS PELOS ÓRGÃOS REGULADORES E NEM PELAS SOCIEDADES MÉDICAS, mas que como terapia de ESTUDO (off-label), têm demonstrado benefícios, buscando evitar a evolução grave da doença. Os médicos têm autonomia para prescrevê-lo. Para tal, o paciente deve ser esclarecido, e após entendimento, consentir ou não com o tratamento.

Autonomia médica:

Parecer do ministro da saúde e do presidente do CFM quanto a autonomia médica na prescrição do tratamento precoce.

Autonomia médica:

Presidente do CFM fala sobre o tratamento precoce.

Você sabe quais são os medicamentos que têm sido utilizados como terapia precoce?

NENHUM MEDICAMENTO DEVE SER USADO SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA.

FASE 1: REPLICAÇÃO VIRAL (1º ao 5º dia)


1. ZINCO: MICRONUTRIENTE
- AÇÃO ESPERADA:
Micronutriente que, no meio intra-celular, inibe a enzima RNA peroxidase, responsável pela replicação viral.

2. HIDROXICLOROQUINA: Medicamento usado para tratamento de Artrite Reumatóide, Artrite Reumatóide Juvenil, Lúpus Eritematoso Sistêmico.
- AÇÃO ESPERADA:
a. Redução da replicação viral por: - ação direta na redução dos endossomos; - facilitar a entrada do Zinco para o citoplasma celular.
b. Ação anti-inflamatória.

3. AZITROMICINA:  ANTI-BACTERIANO
- AÇÃO ESPERADA:
a. Inibição da passagem viral de uma célula para outra;
b. Ação anti-inflamatória e imunomoduladora.

4. VITAMINA D: MICRONUTRIENTE
- AÇÃO ESPERADA:
Micronutriente que apresenta receptores diretamente nos linfócitos (células de defesa), ativando e melhorando a resposta ao combate viral.

5. VITAMINA C: MICRONUTRIENTE
- AÇÃO ESPERADA:
anti-oxidante / anti-inflamatória / melhora a ativação dos linfócitos.

6. INVERMECTINA:  ANTI-PARASITÁRIO
- AÇÃO ESPERADA:
a. Inibição dos receptores de angiotensina II, evitando a entrada dos virions nas células.

7. DUTASTERIDA / FLUTAMIDA / BICALUTAMIDA / PROXALUTAMIDA / ESPIRONOLACTONA: ANTI-ANDROGÊNICOS.
- AÇÃO ESPERADA:
a. Inibição da ativação da serina protease trans-membrana tipo II (TMPRSS2) presentes nos receptores de angiotensina II, bloqueando a entrada dos virions nas células.

8. BROMEXINA:  ESPECTORANTE
- AÇÃO ESPERADA:
a. Expectorante com bloqueio da produção da serina protease trans-membrana tipo II (TMPRSS2), reduzindo entrada de virions nas células.

9. QUERCETINA:  FLAVONÓIDE
- AÇÃO ESPERADA: 
a. ação anti-oxidante / anti-inflamatória

10. FLUVOXAMINA:  ANTI-DEPRESSIVO
- AÇÃO ESPERADA: 
a. ação anti-viral / anti-inflamatória / anti-agregação plaquetária / aumento da melatonina

11. MELATONINA:  HORMÔNIO DO SONO
- AÇÃO ESPERADA: 
a. ação anti-oxidante / anti-inflamatória

12. REMDESIVIR: ANTIVIRAL
- ACÃO ESPERADA: inibir replicação viral. Uso hospitalar. 

13. ANTICORPO MONOCLONAL: CASIRIVIMABE + IMDEVIMABE (RENG-COV2)
- AÇÃO ESPERADA: Bloqueio da proteína s (spike) viral reduzindo entrada nas células e replicação. Uso hospitalar.

14. ANTICORPO MONOCLONAL: BANLANIVIMABE + ETESEVIMABE
- AÇÃO ESPERADA: Bloqueio da proteína s (spike) viral reduzindo entrada nas células e replicação. Uso hospitalar.

 

FASE 2: FASE INFLAMATÓRIA (Após o 5º dia)


1. CORTICÓIDES: DEXAMETASONA / PREDNISONA / METIL-PREDNISOLONA/ PREDNISOLONA/ BUDESONIDA
USO E AÇÃO ESPERADA:
Ação imunossupressora e anti-inflamatória. 

2. ANTI-COAGULANTES / ANTI-AGREGANTES PLAQUETÁRIOS: RIVAROXABANA / APIXABANA / ENOXAPARINA / AAS
USO E AÇÃO ESPERADA:
Ação anti-coagulante e/ou anti-agregação plaquetária para evitar trombólise.

3. ANTI-INFLAMATÓRIOS: COLCHICINA
USO E AÇÃO ESPERADA:
Tratamento de gota. Ação anti-inflamatória.

4. ANTICORPO MONOCLONAL: TOCILIZUMABE
USO E AÇÃO ESPERADA:
Uso para doenças reumáticas. Bloqueio dos receptores de interleucina-6, reduz inflamação. Uso hospitalar.

5. RECOMBINANTE HUMANO: ETANERCEPTE
USO E AÇÃO ESPERADA:
Uso para doenças reumáticas. Antagonista do fator de necrose tumoral alfa (TNF). Reduz inflamação

 

Referências Bibliográficas:

ZINCO

https://www.acpjournals.org/doi/10.7326/0003-4819-133-4-200008150-00006
https://link.springer.com/article/10.1007/s12011-020-02194-9
https://docs.google.com/document/d/1pjgHlqI-ZuKOziN3txQsN5zz62v3K043pR3DdhEmcos/edit
https://doi.org/10.1371/journal.ppat.1001176

HIDROXICLOROQUINA

https://www.ijidonline.com/article/S1201-9712(20)30534-8/fulltext
https://doi.org/10.1016/j.ejim.2020.08.019
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1477893920302179
https://www.sbn.org.br/profissional/sbn-cientifico/blog-cientifico/single-cientifica/news/hydroxychloroquine-and-azithromycin-as-treatment-of-covid-19-1/
https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2766117
https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S1201971220305348
https://www.nature.com/articles/s41584-020-0372-x
https://revistaoeste.com/mundo/coronavirus/coreia-do-sul-indica-tratamento-precoce-com-hidroxicloroquina/
https://c19study.com
https://www.researchsquare.com/article/rs-88952/v1
https://www.researchsquare.com/article/rs-88952/v1

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1567576921002721?s=08

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7534595/

AZITROMICINA

https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0924857920302235?via%3Dihub https://doi.org/10.1093/aje/kwaa093 https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0924857920302235?via%3Dihub https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1477893920302817?via%3Dihub https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1477893920302179?via%3Dihub https://doi.org/10.1093/aje/kwaa093 https://bmcinfectdis.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12879-017-2495-5

INVERMECTINA

https://c19ivermectin.com
https://covid19criticalcare.com/
https://youtu.be/pU6nW97eQIU

https://academic.oup.com/qjmed/advance-article/doi/10.1093/qjmed/hcab035/6143037
https://clinicaltrials.gov/ct2/show/study/NCT04429711
https://ivmmeta.com/
https://t.co/B3MRnPAw5R
https://www.researchsquare.com/article/rs-148845/v1
https://archive.is/J4HQU
https://osf.io/k37ft/ https://www.signavitae.com/articles/10.22514/sv.2021.043

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33065103/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7928689/

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33495752/

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33278625/

https://www.jcdr.net/article_fulltext.asp?issn=0973-709x&year=2021&month=February&volume=15&issue=2&page=OC27-OC32&id=14529

https://link.springer.com/article/10.1007/s43440-021-00245-z

http://jja-contents.wdc-jp.com/pdf/JJA74/74-1-open/74-1_44-95.pdf

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0166354220302011?via%3Dihub

https://journals.lww.com/americantherapeutics/fulltext/2021/00000/rewiew_of_the_emerging_evidence_demostrating_the.4.aspx

https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/rmv.2265

http://terrabrasilnoticias.com/2021/06/filipinas-reforcam-autonomia-de-medicos-para-uso-de-invermectina-contra-a-covid-19/

https://covid19criticalcare.com/ivermectin-in-covid-19/epidemiologic-analyses-on-covid19-and-ivermectin/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8057070/?s=09

https://www.nature.com/articles/s41429-021-00430-5#:~:text=Ivermectin%2C%20in%20presence%20of%20a,normal%20antiviral%20response%20%5B26%5D.

IVM + DOXICICLINA

https://ejmo.org/10.14744/ejmo.2021.16263/

COLCHICINA

https://www.who.int/blueprint/priority-diseases/key-action/novel-coronavirus/en/
https://jamanetwork.com/journals/jamanetworkopen/fullarticle/2767593
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33542047/

CORTICÓIDES

https://doi.org/10.1002/jmv.26165
https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S187140212030223X?via%3Dihub
https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.04.10.21254672v1

 

ANTI-AGREGANTES E ANTI-COAGULANTES

https://doi.org/10.1007/s00428-020-02881-x
https://www.ahajournals.org/doi/10.1161/CIRCRESAHA.120.317447
https://doi.org/10.3201/eid2610.202127
https://link.springer.com/article/10.1007/s11239-020-02146-z
https://doi.org/10.1007/s11239-020-02190-9
https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMoa2015432
https://www.cureus.com/articles/32021-anticoagulation-options-for-coronavirus-disease-2019-covid-19-induced-coagulopathy
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/irv.12421
https://doi.org/10.1016/j.chest.2020.05.559
https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/jth.14817

ANTI-ANDROGÊNICOS

https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.10.05.20206870v1
https://www.researchsquare.com/article/rs-88952/v1
https://portalhospitaisbrasil.com.br/proxalutamida-e-covid-19-estudo-realizado-no-amazonas-indica-que-medicamento-pode-ser-eficaz/
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33643746/
https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33633920/

https://www.cureus.com/articles/50511-early-antiandrogen-therapy-with-dutasteride-reduces-viral-shedding-inflammatory-responses-and-time-to-remission-in-males-with=covid-19-a-randomized-double-blind-placebo-controlled-interventional-trial-eat-duta-androcov-trial---biochemical

REMDESIVIR

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa2007764?query=featured_home

FLUVOXAMINA

https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fphar.2021.652688/full?s=09

https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2773108

MELATONINA

https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32217117/

BROMEXINA

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7502909/

QUERCETINA

https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/ibc-196716

TOCILIZUMABE

https://pebmed.com.br/recovery-tocilizumabe-tem-resultados-positivos-contra-a-covid-19/

CASIRIVIMABE + IMDEVIMABE (RENG-COV2)

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/aprovado-uso-emergencial-de-anticorpos-para-tratamento-de-covid-19

BANLANIVIMABE + ETESEVIMABE

https://setorsaude.com.br/anvisa-autoriza-uso-dos-anticorpos-monoclonais-banlanivimabe-e-etesevimabe-para-tratar-covid/

 

PROTOCOLOS / RESULTADOS / REPERCUSSÕES MUNDIAIS

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0002934320306732
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7267177/

https://jamanetwork.com/journals/jamainternalmedicine/fullarticle/226373

http://www.senato.it/japp/bgt/showdoc/frame.jsp?tipodoc=Sindisp&leg=18&id=1179764&part=&fbclid=IwAR0q0WgmbSdi0xERZnGyGOT5OOI6bLj6opBq529XYZSvUq_ETrpQ44EKDjM

https://revistaoeste.com/mundo/coronavirus/coreia-do-sul-indica-tratamento-precoce-com-hidroxicloroquina/

https://conexaopolitica.com.br/mundo/japao/associacao-medica-de-toquio-recomenda-a-administracao-de-ivermectina-para-evitar-agravos-em-casos-de-covid-19/?fbclid=IwAR2WNuMgjQNbg7ol6f3Nnv8N-f7-FYL2-Ya0GRo27wCnKiKL608FK7P5rz

https://diariodopoder.com.br/

https://twitter.com/rosenbusch_/status/1386610811091800064?s=21

https://www.contrafatos.com.br/dados-da-oms-a-ivermectina-reduz-a-mortalidade-por-covid-em-81/

https://filiperafaeli.substack.com/p/covid19-dois-laureados-com-o-nobel

https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/entidades-medicas-desaprovam-nota-associacao-que-pede-banimento-do-tratamento-precoce-nota-associacao-banimento-tratamento-precoce/

https://covid.aiims.edu/clinical-guidance-for-management-of-adult-covid-19-patients/

https://trialsitenews.com/doctors-in-south-africa-may-now-prescribe-ivermectin-to-treat-covid-19-high-court/

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/medicamentos/pesquisaclinica/arquivos/ensaios-clinicos-covid.pdf

https://www.amjmed.com/article/S0002-9343(20)30673-2/fulltext

https://revistaoeste.com/mundo/ivermectina-reduziu-internacoes-por-covid-na-cidade-do-mexico/

https://trialsitenews.com/do-the-nih-and-who-covid-treatment-recommendations-need-to-be-fixed/

https://www.wnd.com/2021/05/faucis-criminal-malpractice-killing-medical-freedom/

https://yle.fi/uutiset/osasto/news/finnish_firm_earns_us_patent_for_covid_drug_containing_ivermectin_and_hydroxychloroquine/11946611

https://www.thedesertreview.com/health/updated-covid-19-treatment/article_8d4cb472-9626-11eb-858e-7fe0fc1c8574.html

 

 

Se você possui algum sintoma de COVID e precisa de ajuda:

SOLICITAR

Parecer CFM
COVID-19

ACESSAR

Autorização para consultas on-line

ACESSAR

LEI Nº 14.132/21 PRESTA-SE À PROTEÇÃO DA AUTONOMIA DO ATO MÉDICO e DO ATENDIMENTO INTEGRAL A PACIENTES DE #COVID19

ACESSAR

Tratado de Helsinque

ACESSAR

LEI Nº 14.132/21 PRESTA-SE À PROTEÇÃO DA AUTONOMIA DO ATO MÉDICO e DO ATENDIMENTO INTEGRAL A PACIENTES DE #COVID19

O Congresso Nacional aprovou e o Presidente da República sancionou, promulgo e fez publicar a Lei nº 14.132, de 31 de março de 2021, a qual acrescenta o art. 147-A ao Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), para prever o crime de perseguição; e revoga o art. 65 do Decreto-Lei nº 3.688, de 3 de outubro de 1941 (Lei das Contravenções Penais).
A nova Lei tipifica e inclui no Código Penal o crime de “perseguição”.
“Art. 147-A. Perseguir alguém, reiteradamente e por qualquer meio, ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica, restringindo-lhe a capacidade de locomoção ou, de qualquer forma, invadindo ou perturbando sua esfera de liberdade ou privacidade.
Pena – reclusão, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa.

§ 1º A pena é aumentada de metade se o crime é cometido:
I – contra criança, adolescente ou idoso;
II – contra mulher por razões da condição de sexo feminino, nos termos do § 2º-A do art. 121 deste Código;
III – mediante concurso de 2 (duas) ou mais pessoas ou com o emprego de arma.

§ 2º As penas deste artigo são aplicáveis sem prejuízo das correspondentes à violência.

§ 3º Somente se procede mediante representação.”

Emulando legislações estrangeiras, a novel Lei incorpora ao ordenamento jurídico brasileiro a punição penal do stalking. “No Black’s Law Dictionary, 2a Edição de Bolso, perseguição é definida como ‘o ato ou uma instância de seguir outro por furtividade ou a ofensa de seguir ou vagar perto de outro, muitas vezes sub-repticiamente, com o objetivo de irritar ou assediar essa pessoa’ (2a Edição de Bolso, p. 660.)” [https://www.llrx.com/2003/12/features-cyberage-stalking/ acesso em 4 de abril de 2021, tradução livre].
Ainda numa primeira breve leitura, observa-se que inovação legislativa, sem prejuízo de outras normas jurídicas, serve à proteção da inviolabilidade de bens jurídicos consubstanciados nos Direitos Fundamentais albergados pela Constituição Federal, destacando-se, a título de ilustração, a vida, a liberdade, a segurança, a propriedade, a saúde, o trabalho, o lazer, a educação etc.
Exemplos: presta-se à proteção do exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei (artigo 5º, XIII, da Constituição Federal). Destarte, protege o exercício autônomo do ato médico (Lei no 12.842/2013), e, correlatamente, o direito ao atendimento integral, com prioridade para as atividades preventivas, sem prejuízo dos serviços assistenciais, meios de concretização dos direitos fundamentais à saúde e à vida (artigos 5º, 6º e 198, II, da Constituição Federal), às pessoas cometidas por qualquer doença, inclusive os pacientes de #Covid19.
O sujeito ativo desse crime: qualquer pessoa penalmente capaz pode ser autor do crime.
O sujeito passivo: qualquer pessoa capaz de sofrer a perseguição pode ser vítima. Exemplos: a) médico perseguido em redes sociais da internet a fim de que não publique informações, conhecimentos e opiniões relativamente à pandemia de #Covid19; ou b) que é acossado para que não exerça autonomamente o ato médico e, consequentemente, não preste atendimento a pacientes de #Covid19; c) paciente que é atormentado para que não busque assistência médica quando apresente sintomas de #Covid19.



Tipo objetivo: perseguir denota seguir de perto, ir ao encalço, acossar, vexar, atormentar, fazer punir, importunar etc.; reiteradamente implica conduta que se repete, se renova; por qualquer meio abrange toda forma de comunicação (oral, escrito, mímico, simbólico etc.) pela qual o sujeito ativo atinge a pessoa ofendida (inclusive pela internet); figura 1: ameaçando-lhe a integridade física ou psicológica: caracteriza intimidação mediante promessa de malefício grave dirigida contra a incolumidade biopsíquica da vítima; figura 2: restringindo-lhe a capacidade de locomoção: obstaculiza-se a liberdade de ir e vir do sujeito passivo; ou, de qualquer forma, figura 3: invadindo (penetrando hostilmente, tomando, apoderando-se etc.), figura 4: ou perturbando (agitando, desequilibrando, desordenando etc.) a esfera de liberdade (capacidade de agir consciente e voluntariamente consoante os Direitos Fundamentais protegidos pela Constituição Federal) ou privacidade (as informações próprias do sujeito passivo, a quem compete escolher se divulga ou não).
Exemplos: a) perseguição a médico em redes sociais da internet a fim de que inibir divulgação de informações, conhecimentos e opiniões relativamente à pandemia de #Covid19 b) invasão ou perturbação do exercício autônomo do ato médico; c) invasão ou perturbação do livre acesso de paciente de qualquer doença, inclusive #Covid19, ao atendimento integral dos serviços de saúde.
Tipo subjetivo: o dolo, a vontade livre e consciente qualquer das ações consubstanciadas nos verbos-núcleos do tipo objetivo contra o sujeito passivo. Não admite a forma culposa.
Consumação: quando o sujeito passivo toma conhecimento da perseguição.
Tentativa: é possível tentativa, se, iniciada a execução do crime, o agente não o consuma, por circunstâncias alheias à sua vontade.
Subsidiariedade: a perseguição é absorvida quando for elemento ou meio de outro delito mais grave.
Classificação: delito comum, quanto ao sujeito, doloso, subsidiário, instantâneo.
Pena básica: reclusão, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa. Majorada pela metade na presença das causas de aumento de pena do § 1º do Art. 147-A.
Ação penal: pública condicionada à representação do ofendido, diretamente ou por intermédio de advogado constituído, ao órgão competente do sistema de persecução criminal, isto é, à Polícia ou ao Ministério Público.